domingo, 17 de janeiro de 2010

Comparações inconvenientes

O Brasil é mesmo uma terra de grandes paradoxos. Tivemos uma ditadura militar cujo objetivo manifesto era o de evitar que idéias de esquerda levassem nossa nação para o mal. Acabamos com uma economia fechada.

Na década de 1980, eu achava incrível a variedade de produtos que havia no Uruguai. Lá podiam ser vistos carros de todas as marcas. Nas lojas de eletrônicos havia uma infinidade de produtos de todo o mundo. E a qualidade era visivelmente superior.

Mais tarde descobri que a nossa economia era mais fechada que a dos países do leste europeu. Sim, os comunistas faziam mais comércio que nós. E criavam mais tecnologia também.

Mesmo um país pequeno como a Tchecoslováquia produziu mais computadores pessoais que o Brasil. Eles tinham cerca de 15 milhões de habitantes e produziram dezenas de diferentes computadores domésticos.

Os micros nacionais realmente bons começaram a aparecer depois de 1985: o TK-3000, os MSX e o Unitron Mac 512 (que infelizmente acabou proibido). Mesmo assim, eram só cópias.

Parece-me que nossa política econômica tinha muita retórica e pouca substância; temo que isso não tenha mudado muito.

Nenhum comentário: