terça-feira, 6 de setembro de 2016

A linha mais comprida de um arquivo II (O Desafio)

Em janeiro, achei a linha mais comprida de um arquivo usando comandos do shell e usando perl (que resultou ser muito mais rápido).

O Linux pediu revanche, porque eu havia ignorado o awk. Perl provou mesmo ser eficiente.


$time perl -MData::Dumper -ne '$n{length($_)}++; END {print Dumper(%n)}' arquivao.txt
$VAR1 = '1088';
$VAR2 = 349647;

real    0m1.326s
user    0m0.814s
sys     0m0.371s

$time awk 'length($0) > max { max=length($0) } END { print max }' arquivao.txt
1087

real    0m21.400s
user    0m18.596s
sys     0m0.455s

Perl deixou o awk comendo poeira. A diferença nos números deve-se ao fato do awk já ignorar o caractere de fim de linha.

Nenhum comentário: