quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Linguagem de baixo nível

Foi numa conversa com uma usuária que percebi o quão inadequada era uma das palavras mais comuns do vocabulário da informática: salvar. Certamente, trata-se de um anglicismo e que funciona suficientemente bem no português. Mesmo considerando que os dados realmente precisam de salvação, já que podem desaparecer se faltar luz (salvo se o sistema usar memória de ferrite), é excessivamente dramática essa palavra. O verbo gravar (ou talvez guardar) seria mais adequado e menos teatral.

Mais recentemente, escutei uma conversa na qual um colega explica a uma usuária que uma rotina havia sido codificada em linguagem de baixo nível.

Fiquei a imaginar o que a pessoa leiga pensou. Que alguém levantou a voz e insultou a máquina? Que ela própria corria o risco de escutar poucas e boas? De qualquer forma, o assunto foi resolvido com brevidade e salvou-se o dia.

Nenhum comentário: